Conan - O Bárbaro (Bloch)

Conan - O Bárbaro

_____________________________________________________________________



Publicada entre Março e Agosto de 1976. Foram lançadas 06 edições em formatinho, com média de 64 páginas coloridas cada edição. Distribuição Mensal.

Conan da Cimeria foi criado pelo escritor texano Robert E. Howard em 1932, fez sua primeira aparição na revista pulp Weird Tales no conto chamado "The Phoenix on the Sword" (em português, A Fênix na Espada). Howard escreveu mais dezenove histórias e um romance protagonizados pelo personagem (três dos contos só publicados após sua morte), sendo que outros escritores de renome também criaram histórias de Conan ou reescreveram contos, a partir de sinopses e fragmentos originais após 1936, ano em que Howard se suicidou. Dentre esses recuperadores e continuadores da obra de Howard se destacam L. Sprague de Camp e Lin Carter.

Nos quadrinhos Conan estreou em Outubro de 1970 pela editora americana Marvel, em seu próprio título, Conan The Barbarian, com o sucesso e popularidade alcançados, outros títulos foram criados pela editora como Savage Sword of Conan, este último inspirou o título no Brasil Espada Selvagem de Conan. O personagem teve suas publicações pela Marvel até o ano 2000, pois a partir de 2003 os direitos de publicações do herói foram transferidos à editora Dark Horse, onde atualmente publica suas histórias.

No Brasil o herói teve uma estréia parecida com a americana, em seu próprio título, Conan O Bárbaro pela editora Minami e Cunha em 1972, mas foram apenas 03 edições lançadas. O herói passou por mais três editoras, também com poucas publicações até ser lançado pela editora Abril, onde teria sua maior e mais brilhante fase no Brasil.

A passagem pela editora Bloch foi curta, mas não menos importante, pois a editora republicou alguns clássicos do personagem, já mostrando um pouco mais do Conan, coisa que as outras editoras anteriores não conseguiram fazer. Mas após o cancelamento do título pela Bloch, somente a editora Abril retomou com o herói, em 1984, tendo um hiato de 8 anos.

A Bloch ficou conhecida por seus tratamentos estranhos dados aos títulos da Marvel, contendo gírias e traduções incomuns, e no Conan não foi diferente, um grande exemplo foi o nome de Sonja (no original) que a Bloch traduziu como Sônia, A Super Fêmea.


 Galeria de Capas:

Edições 001 ao 003
______________________



Edições 004 ao 006
______________________


 
O conteúdo deste site é exclusivamente informativo, não tem fins lucrativos. Seu objetivo é servir como fonte de pesquisa para todo o público interessado. Respeitamos e sempre fazemos referência aos direitos autorais dos criadores dos Personagens, das Editoras e dos Artistas. Copyright © | Enciclopédia HQ 2013 | Todos os Direitos Reservados