Cascão (Globo) #001-050

Cascão

_____________________________________________________________________



Publicada entre Janeiro de 1987 e Dezembro de 2006. Foram lançadas em formatinho, com 467 páginas coloridas. Distribuição Quinzenal, somente no último ano que se transformou em mensal.

Apareceu pela primeira vez em 1961, nas tiras diárias dos jornais, em preto e branco. Já foi alvo de crítica dos “politicamente corretos”, em função de seus hábitos peculiares. O autor, Maurício de Sousa, relembrou assim a criação do personagem: “Junto com o Cebola jogava bola outro garoto, de roupas sempre muito sujas de barro, de terra, e que, aparentemente, vivia muito longe de um banho. Mais uma vez meu pai sugeriu um apelido que pegou: CASCÃO. 

Quando Mauricio começou a publicar seus personagens da Editora Abril, a partir de 1970, Cascão era apenas um menino sujinho que vivia pelo bairro. Não havia nenhuma referência a onde ou com quem morava (seus pais nem apareciam). “A escada” (1974) é uma das primeiras histórias a mostrar a casa dele. Bem no estilo português, tem até data de construção (1918). Mas de onde veio o ano de 1918 é um mistério. O curioso é que, no ano seguinte (1975), no episódio “Vou-me embora”, ele mora numa casa suja e com janelas quebradas. 

O Cascão dos gibis era um pouco diferente daqueles das tiras. Os autores começaram a fazer algumas pequenas mudanças no menino mais sujo do mundo. Em uma antiga tira de jornal, por exemplo, o Cascão defendia o Santos. Porém, mais tarde, ele se tornaria um fiel torcedor do Corinthians. Outra mudança: em seus primeiros anos de vida editorial (décadas de 60 e 70), Cascão era bem mais magro, enquanto que Mônica e Cebolinha eram mais “fofinhos”. Com Mauricio pasteurizando cada vez mais seus personagens, Cascão acabou se tornando mais um “bonequinho fofo”. 

As revistas publicadas pela editora editora Globo são similares às lançadas pelas outras editoras, ou seja, um título mix de várias histórias da personagem principal e de muitos outros. Esta fase da editora Globo é onde o personagem teve sua maior popularidade e considerada a fase mais importante de todos os títulos Turma da Mônica. O título do Cascão pela editora Globo foi, ao lado do Chico Bento, a de maior quantidade de edições lançadas, com 467 edições.

Sinopse: Sua principal característica é sua mania de não tomar banho e sua paixão pela sujeira. Vários vilões o perseguem para acabar com isso, como Dr. Olimpo (neurótico por limpeza), as gêmeas, Cremilda e Clotilde (idem) e Capitão Feio (vive nos esgotos e não quer outro sujo concorrendo com ele, mas às vezes acaba ajudando Cascão).

Adora jogar futebol, sendo o mais habilidoso dos personagens da Turma da Mônica neste esporte. Ele é namorado da Cascuda. Mesmo não desejando, sempre participa dos planos infalíveis do Cebolinha (ele aceita só porque o roteiro manda) contra a Mônica, e geralmente leva o plano a acabar falhando.

Assim como Mônica, Cebolinha e Magali, também possui sua própria revista em quadrinhos, circulando desde 1982. Possui um animal de estimação: o porco chamado Chovinista. É praticamente um "clone" do dono: odeia água, já foi perseguido pelas gêmeas Cremilda e Clotilde em uma historinha, tem medo de chuva… Mas desde a historinha "Águas passadas não lavam porquinhos", onde Chovinista salvou Cascão de um banho tomando-o no lugar do dono, o porquinho adora ficar limpinho. Cascão também é dono de uma minhoca de pelúcia, chamada Jujuba.


 Galeria de Capas:

Edições 001 ao 005
______________________



Edições 006 ao 010
______________________



Edições 011 ao 015
______________________



Edições 016 ao 020
______________________



Edições 021 ao 025
______________________



Edições 026 ao 030
______________________



Edições 031 ao 035
______________________



Edições 036 ao 040
______________________



Edições 041 ao 045
______________________



Edições 046 ao 050
______________________


Retornar ao Menu   #001-050   #051-100   #101-150   #151-200   #201-250   #251-300   
#301-350   #351-400   #401-450   #451-467
 
O conteúdo deste site é exclusivamente informativo, não tem fins lucrativos. Seu objetivo é servir como fonte de pesquisa para todo o público interessado. Respeitamos e sempre fazemos referência aos direitos autorais dos criadores dos Personagens, das Editoras e dos Artistas. Copyright © | Enciclopédia HQ 2013 | Todos os Direitos Reservados