Almanaque do Chico Bento (Abril)

Almanaque do Chico Bento

_____________________________________________________________________



Publicada desde Dezembro de 1981 e Dezembro de 1986. Foram lançadas 08 edições em formatinho, com 96 páginas coloridas. Distribuição Semestral.

Chico Bento (Francisco Antonio Felício Bento) é a personagem principal da Turma do Chico Bento, criada pelo cartunista brasileiro Maurício de Sousa. Chico foi criado em 1961, inspirado em um tio-avô de Maurício, morador de Santa Branca, no Vale do ParaíbaSão Paulo. Estreou em 1963, numa tirinha dos personagens Hiroshi e Zezinho (que passaram a ser chamados Hiro e Zé da Roça). A primeira revista própria foi lançada em 26 de agosto de 1982, pela editora Abril.

O personagem chegou a provocar polêmica nos anos ’80, uma vez que os diálogos tentam reproduzir o dialeto caipira, em vez da norma culta do português. Muitos alegaram que "ela [revista do Chico Bento] ensina às crianças a falarem errado". Outros disseram que "a maneira dos personagens falar é puro preconceito".

O Cascão dos gibis era um pouco diferente daqueles das tiras. Os autores começaram a fazer algumas pequenas mudanças no menino mais sujo do mundo. Em uma antiga tira de jornal, por exemplo, o Cascão defendia o Santos. Porém, mais tarde, ele se tornaria um fiel torcedor do Corinthians. Outra mudança: em seus primeiros anos de vida editorial (décadas de 60 e 70), Cascão era bem mais magro, enquanto que Mônica e Cebolinha eram mais “fofinhos”. Com Mauricio pasteurizando cada vez mais seus personagens, Cascão acabou se tornando mais um “bonequinho fofo”. 

Os Almanaques do Chico Bento pela editora Abril republicam as melhores histórias que saíram nos títulos dele e dos outros personagens. O formato da distribuição foi semestral, porém houve um hiato de 01 ano entre a primeira e segunda edição da série.

Sinopse: Chico é um típico caipira brasileiro. Anda descalço, usa chapéu de palha. Ele adora pescar com o pai. Chico mora com os pais, Seu Bento e Dona Cotinha, em um sítio nas cercanias da fictícia Vila Abobrinha, no interior de São Paulo. Possui uma avó paterna, Vó Dita, contadora de "causos" e de histórias folclóricas, envolvendo lendas, tais como a da Mula-sem-cabeça, do Saci, do Lobisomem, do Curupira, dentre outras.

Além de sua namorada, Rosinha, aparecem em suas histórias: Zé Lelé (seu primo), Zé da Roça, Hiro, Anjo Gabriel (o anjo da guarda do Chico), Dona Marocas (a professora), Nhô Lau (dono de uma plantação de goiabas), seu primo da cidade Zeca, etc. Em duas histórias especiais, foi mostrado o nascimento da irmã do Chico, Mariana. Mas esta morreu na mesma história, tornando-se uma estrela. Ela volta na 2ª historia, "Um presente de uma estrelinha", como estrela para conversar com Chico em seu aniversário. No final da história, vemos o futuro, em que Mariana reencarna como filha do Chico e da Rosinha.

Diferente de outros personagens de Maurício, Chico Bento sempre foi caracterizado em idade escolar, chegando a frequentar uma escola em suas histórias, apesar de não poder ser considerado um aluno exemplar, pois se atrasa, esquece os deveres, cria histórias de pescador, além de tirar notas baixas.


 Galeria de Capas:

Edições 001 ao 005
______________________



Edições 006 ao 008
______________________


 
O conteúdo deste site é exclusivamente informativo, não tem fins lucrativos. Seu objetivo é servir como fonte de pesquisa para todo o público interessado. Respeitamos e sempre fazemos referência aos direitos autorais dos criadores dos Personagens, das Editoras e dos Artistas. Copyright © | Enciclopédia HQ 2013 | Todos os Direitos Reservados